Secretaria Regional dos

RECURSOS ADULTOS

Primeiros Formandos Insignia de Madeira - Escuteiros de Set+ubal

“Não há ensino que se possa comparar com o do exemplo.
Não há dúvida de que, aos olhos dos rapazes, importa mais aquilo que um homem faz do que aquilo que ele diz.
O chefe escuta tem, portanto, sobre os ombros a grande responsabilidade de fazer o que é reto por motivos retos, e de fazer ver que assim procede, mas sem fazer ostentação do facto.
Num pequeno acampamento muito bem se pode fazer por meio do exemplo do chefe. Este vive no meio dos seus rapazes e é observado e inconscientemente imitado por cada um deles.
Os rapazes são terríveis imitadores, e sirvo-me da palavra «terríveis» de propósito, porque nos enche de terror quando pensamos no grande mal e no grande bem que lhes podemos fazer com os exemplos que lhes damos.”

In "Rasto do Fundador" - Formação pelo Exemplo

Secretaria Regional para

Gestão

“Se tiveres o hábito de fazer as coisas com alegria, dificilmente encontrarás situações difíceis”
Sir Robert Baden-Powell

Muitas vezes associada a coisas difíceis, e considerada “extra-escutismo”, a área da Gestão é muitas vezes deixada para “segundo plano”, em detrimento de tudo o resto que fazemos nos nossos agrupamentos.
Contudo, um agrupamento bem gerido, com a sua Secretaria e Tesouraria organizados e atualizados é um agrupamento super saudável! Palavras como SIIE, SIIC, MAF, Censos, Ordem de Serviço, não deverão ser bichos papões, mas sim, linguagem corrente entre todos. E se todos os adultos colaborarem na vida saudável da Gestão do Agrupamento, também o Secretário e Tesoureiro serão dirigentes mais felizes.
 
Porque, como também BP nos dizia, “uma dificuldade deixa de ser assim que você sorri diante dela e a enfrenta“.

Secretaria

Internacional

Logo Deposito de Material e fardamento Nacional

Interlocutor Internacional

Guilherme
Núncio

Consciente da existência de uma sociedade global e de uma maior cooperação e interação entre os povos, tendo por base a dimensão global do movimento escutista e convicto da importância da dimensão internacional para o crescimento integral dos jovens, o CNE adota uma política internacional que pretende nortear a dinamização desta vertente na associação.

Deste modo, na sua dimensão internacional, o CNE propõe-se, entre outros objetivos, a promover a fraternidade escutista mundial junto dos membros da associação, a garantir a qualidade do Escutismo praticado pelos elementos do CNE (no contexto internacional, dentro e fora do país), a assegurar a representação do CNE e da Federação Escutista de Portugal (FEP) junto das instâncias internacionais (bem como os contactos e parcerias com outras associações escutistas), a dinamizar a realização de actividades escutistas internacionais (AEI), a fomentar o lançamento de projetos e oportunidades educativas que visem a animação da dimensão internacional do Escutismo aos diferentes níveis do CNE e a assegurar a ampla circulação de informação de cariz internacional.

Neste contexto, e porque, felizmente, o número de AEI tem aumentado consideravelmente nos últimos anos, a figura do Interlocutor Internacional pretende ser, a nível regional, a ponte entre os Agrupamentos e a Secretaria Internacional, de modo a facilitar contactos, aproximar os diferentes intervenientes, fomentar atividades e descomplicar processos.

Departamento Regional da

Proteção Civil
e Segurança

O Departamento Regional da Proteção Civil e Segurança (DRPCS) tem como principal objetivo assegurar o bem estar e segurança de todos os associados no decorrer das suas atividades. É do interesse do DRPCS instruir e cultivar boas práticas de segurança, bem como o apoio logístico necessário, a fim de permitir um máximo aproveitamento das atividades por parte dos jovens que nos são confiados.

É da responsabilidade da DRPCS as seguintes tarefas:
– Fazer o levantamento, previsão, avaliação e presenção de riscos;
– Análise permanente das vulnerabilidades perante situações de risco;
– Informar e formar os associados, tendo em vista a sua sensibilização em matéria de autoproteção e de colaboração com as autoridades;
– Planeamento de soluções de emergência, visando a prestação de socorro e de assistência, bem como a evacuação em situações que o exijam;
– Estudo e divulgação de formas adequadas de proteção do ambiente e dos recursos naturais;
– Notificação e coordenação com as autoridades competentes da realização de atividades.

“Nenhum bom Escuteiro se furta aos seus deveres. Pelo contrário, o normal é que ele faça mais do que a parte que lhe cabe em benefício dos outros”.

No Rastro do Fundador

Logo Deposito de Material e fardamento Nacional

Sávio
de Sousa

Departamento Regional de Saúde e bem-estar

O Departamento Regional de Saúde e bem-estar é composto por uma equipa de escuteiros, todos eles profissionais de saúde, que se dedica a colaborar nas atividades escutistas. Temos em vista a promoção de cuidados de saúde e de bem-estar aos escuteiros da região, assim como o encaminhamento para cuidados diferenciados.

No entanto, queremos ser exemplo e não sobrepormo-nos ao papel do Socorrista, ajuda-los sim e acompanhá-los no desenvolvimento da sua função junto dos bandos/patrulhas/equipas/tribos, criando um alerta e educando para a saúde, aspirando a que estes atinjam a sua autonomia.

Daniela Moisés - Saúde - Escuteiros de Setúbal

Daniela
Moisés

Cédric Alves - Saúde - Escuteiros de Setúbal

Cédric
Alves

Joana Coelho - Saúde - Escuteiros de Setúbal

Joana
Coelho

Alexandre_Fonseca_escuteiros_setubal

Alexandre
Fonseca

Departamento Regional de Radioescutismo

O Departamento Regional de Radioescutismo da região de Setúbal, tem como objectivo o apoio na formação de jovens e adultos nas comunicações rádio tanto no âmbito do utilizador como de uma forma certificada. O DRE tem ainda como missão o apoio em termos de segurança às várias actividades escutistas regionais ou em eventos religiosos a nível diocesano, juntamente com outros departamentos da Área de Prevenção e Segurança.

O Departamento Radioescutismo dinamiza regionalmente as actividades de âmbito nacional (Fielday) e mundial (JOTA/JOTI) que acontecem em alguns fins de semana durante o ano escutista.

O Departamento é composto por 4 elementos oriundos de vários agrupamentos da região e suportado em caso de necessidade por mais 8 elementos certificados.

Luis Duque - Escuteiros de Setúbal

Luís
Duque